Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO COM MEU PRIMO DO INTERIOR

Click to Download this video!

Certa vez, meu primo que morava no interior do RS veio passar uns dias em minha casa. Na época ele tinha 26 anos e eu 17. Não era um primo que eu tivesse uma amizade, pois era a segunda vez que eu o via. No dia que ele chegou, eu não estava em casa, tinha ido ao cinema, quando retornei, vi um rapaz, muito bonito, e muito gostoso, vendo TV na sala.

Deduzi que era ele, mas como fazia muito tempo que não o via, achei ele bem diferente. Tava bem malhado, com um corpão bem legal e umas pernas muito grossas, bem torneadas. Ficamos conversando um tempo e ele me falou de sua vida, e da sua vontade de vir morar na capital. Minha mãe falou que ele poderia morar conosco até conseguir um apartamento e tal. No início não gostei muito da idéia, pois teria que dividir meu quarto com alguém que não conheço direito.

A noite fomos dormir e ele falou que estava acostumado sempre a dormir pelado, mas que por estar em minha casa, dormiria de cueca e me perguntou se tinha algum problema. Respondi que não e que por mim, se ele estivesse a fim de dormir pelado que poderia. Ele agradeceu e tirou a cueca. Fiquei estático ao vê-lo pelado. Seu pau, mesmo mole, era grande e grosso. Eu falei que iria trancar a porta do quarto para evitar que minha mãe entrasse e o visse pelado, e ele achou melhor também.

Nos deitamos e conversamos um pouco e eu logo peguei no sono. Era madrugada quando eu acordei para ir ao banheiro. Para isso, eu tinha que passar por cima dele, pois seu colchão estava bem ao lado da minha cama. Acendi o abajur para poder ver melhor onde pisava e vi que ele estava de barriga para cima e com o pau levemente endurecido. Fui ao banheiro, e quando voltei, ele estava com o pau bem duro. Era grande, grosso e com uma cabeça enorme, tipo cogumelo. Fiquei olhando por um tempo, apaguei a luz e tentei dormir, mas não conseguia. Eu não parava de lembrar a visão do seu pau duro. Ai, eu me virei para o lado que ele estava deitado, e passei a mão levemente por cima e toquei na cabeça do seu pau. Ele deu um suspiro e eu parei de passar a mão com medo que ele acordasse. Passei o resto da noite sem conseguir pregar o olho.

No dia seguinte, eu passei o dia inteiro fora, por conta dos estudos e do curso que eu fazia na época. Retornei para minha casa por volta das sete da noite. Ao chegar, ele me avisou que minha mãe iria para a casa de uma amiga dela que morava muito longe e por isso dormiria lá, retornando sá no outro dia.

Tomei um banho, jantamos e depois ficamos vendo tv. Como estávamos sá nos dois em casa, ele ficou o tempo todo pelado e eu sá de cueca. Sugeri que dormíssemos na sala, assim poderíamos ficar vendo tv até tarde e ele topou. Falei que colocaria um colchão de casal para nás dormirmos, ele disse que não tinha problema. Coloquei no meio da sala e nos deitamos. Apaguei a luz e deixei a tv ligada, mas eu nem prestava atenção no que passava, pois ficava pensando no pau dele duro. Dormimos com a TV ligada, e eu acordei no meio da noite e ele tava de costas para mim. Tentei ver se ele tava de pau duro e sem querer acabei esbarrando nele. Ele acordou e eu fingi que estava indo ao banheiro. Quando voltei, ele tava de barriga para cima, de pau duro. Não sei até hj se dormia ou se fingia dormir. Me deitei e fiquei de costas para ele. Não demorou muito, ele virou de lado, e seu pau bateu de leve na minha bunda, o que foi suficiente para me deixar de pau duro. Eu, fingindo dormir, cheguei mais para perto dele e seu pau tocou de vez nas minhas coxas. Ele começou com movimentos leves, fazendo com que a cabeça do seu pau ficasse no meio das minhas pernas, entrando e saindo. Não agueitei e passei a mão, senti que seu pau tava duraço e levemente babado na cabeça. Me virei e vi que ele estava acordado, então comecei a chupar o pau dele e ele gemendo.

Ele dizia “chupa meu caralho bem gostoso”, e eu chupava a cabeça, depois colocava o que cabia na boca. Acho que o pau dele duro deveria ter uns 23cm. Quanto mais eu chupava, mas ele gemia. Eu tava adorando, era um pau muito gostoso. Então ele me disse para ficar de 4 que ele queria me comer. Fiquei meio com medo, pois além de ser grande era bem cabeçudo. Ele disse que colocaria devagar, que não era para eu me preocupar então deixei. Passei um pouco de gel lubrificante que eu tinha e ele começou a tentar me comer. Não entrava, pois a cabeça era muito grossa. Ele foi tentando, tentando até que entrou a cabeça, e eu vi estrelas. Começou a doer e eu pedi para ele tirar ele enfiou todo de uma vez. Ai ele ficou parado para que eu acostumasse. Depois começou com os movimentos de entra e sai bem devagar e eu fui acostumando com aquele volume dentro de mim. Ai começou a ficar gostoso e meu tesão foi aumentando cada vez mais. Depois ele deitou de barriga para cima e pediu para eu sentar em cima, o que fiz com muita vontade. Sentei e fiquei cavalgando durante algum tempo e ele gemendo, me chamando de viadinho gostoso, dizendo que se ele fosse morar conosco, que iria me comer todas as noites, e eu adorando. Sentia seu pau latejar de tesão dentro de mim, até que ele não se aguentou e gozou forte dentro de mim. Era tanta porra que escorria pelos lados, nos melando todo.

Depois que ele gozou, fomos ao banheiro para nos limparmos, mas eu não tinha gozado ainda. Ficamos no Box tomando banho juntos, ele me passando a mão e me chamando de viadinho gostoso, dizendo que meu cu era uma delícia e ficou de pau duro de novo. Pediu para que eu o chupasse pois ele queria me dar leitinho na boca. Me agachei e comecei a chupar ele de novo. Acho que fiquei uns 19 a 20 minutos chupando ele, lambendo as bolas dele, esfregando minha cara nos seus pentelhos até que ele me disse que iria gozar de novo e que era para eu tomar todo o seu leite. Quando ele começou a gozar eu também gozei. Engoli todo o leite dele, que foi bastante.

Terminamos de tomar banho e fomos nos deitar. Dormimos abraçados e de manhã, quando acordamos, repetimos tudo de novo.

Ele ficou uma semana em minha casa e transávamos todas as noites, de todas as formas. Mas o pai dele acabou adoecendo e ele teve de voltar para a sua cidade. Nunca mais nos vimos pessoalmente, sá nos falamos, e muito esporadicamente por telefone.

Mas valeu o tempo que ele ficou aqui em casa, foi muito bom mesmo.

Curto muito fazer sexo com outros caras. Se alguém de Porto Alegre quiser entrar em contato meu email é: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos idosaconto gosto de ser putinhacontos eróticos fio dental debaixo do ternochortinho q deixa as magrasgostosasconto erotico perdi calcinhacontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhocontos eróticos João o velho comedorSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempoconto comi meu amigoeu eminha sogra no hotel conto eroticoPiru grande p titia contosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos porno esposas estuprados submissosContos eroticos comendo o cu do negaono cine porno me fuderam na marra(adorei)e ainda fizeram o frouxo do meu marido virar viadinho.contosa enteada isabelly contoscontos eróticos com esposa obedientenoite maravilhosa com a cunhada casada contoscavalo e pônei cheio de tesão tentando dar em cima da mulhercontos de cú por medocontos enfiando 30cm na casada ate ela gozarcontos eroticos de mae com seus cavalos comfotobelíssima mulheres porno emgole pora traveco e gaycontos encesto seguestro de mamaenao tira papai deixa que eu vo gozarconto erotico sou casada e o vilhinho me comeucontos amiga faculdade nudismoContos fudendo elacontos comeram a.bunda do marido e esposawww.xcontos eroticos.com babá carnuda chupa paucontos erotico uma buceta peludaconto papai noel tirou meu cabaço gayminha mulier sentou no pinto grosoconto eroticovideos zoofilia cavalos gozando na bucta epenetrandoirmã e amigas devassas esfregando a bunda no pau do irmãozinho dela contos eróticosconto erotico gay sexo entre amigos heteroscontos de arreganhando o anus do esvravocontos eroticos, cu de bebada nao tem dono me comeram a bucetaminha sogra minha amantequantos ticos a mulher cosegue colocar no cucontos eróticos engatada e arrastada pelo cachorronegro beijando garotabranquinhacontos as tetonas de vovoTo ferrada fiquei.arrombada contos eroticoscontos eróticos de bebados e drogados gaysLuizinho meninos novinhos um transando com outro pela primeira vez de dois primos transando comcontos erotico-você me deixa safadacontos erotcos cunhada na viahemminha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façovoyeur de esposa conto eroticoEdvaldo dando o c******contos eroticos mae senta no colo do filho de saiacontos me ensinaram a bater uma siriricacontos eroticos de cornos e veiasContos minha nora enfiou o vibrador no meu cuconto erótico meu marido bobãoTennis zelenograd contodescabacei a namoradinha de 13 aninhosvideo completo mulher por nome cidinha baixinha gostosa transando ate gosaContos eroticos ai mo seu pau ta me matando mete ai ai deliciosa aiiconto abusando na punhetacontossexo minha mulher negro pausudoContos erótico, eu e a filha Lauraputinhas inocente contoscontos de sexo ensinei ela a chupa minha buceta/lesbicasconto erotico onibusTrepadas no caminhao cabinemeu pai me arregasou todaContos eroticos dei a buceta para inimigoescurdo bucetona arreganhada foto delasprofessora novinha e senha resolvi dar o c******contos maninha adora meu paujanaina vem senta na picacontos eroticos dopando primascontos esposa do clientepintinho durinho filho bumbum amiguinhoConto erótico sendo abusada por velhowww.contos eroticos sogra gostosa da cu pro genro novinho pauzodocontos eroticos comi minha madrinha na cama do meu padrinhoQuero ler so contos meninha no colo do padrinhoconto o cachorro que fudia a vizinhameu namo puchou meus cabelos e deu vários beijos em mim o que significa isso?