Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

POR TESÃO, DEI MINHA NAMORADA

Click to Download this video!

Por tesão, dei minha namorada transformando ela numa puta



Eu escrevi há pouco tempo o conto "Minha irmã acordou! E deu pra mim!", para dividir minha vida sexual com os leitores deste site. Adorei e vou continuar. Pensem comigo: alguém que comeu a irmã aos 19 anos vai ser um doido por sexo o resto da vida, certo? Com certeza! Eu casei aos 30 anos e desde então continuo um pervertido, sá que com minha mulher.



Vou contar algo de quando eu tinha 22 anos e estava namorando uma garota de 20. Namorei três anos com ela. Imaginem a mulher mais gostosa que vocês já viram... pois então, ela era mais! Loira, olhos verdes, cabelos compridos e lisos, peitos no tamanho perfeito (sabem como?), uma bunda deliciosa, cintura e quadril cheio de curvas, e o que nunca esqueço são das coxas dela, grossas e deliciosas.



Estava viajando, iria ficar longe uma semana. Liguei pra ela no terceiro dia de viagem. Conversámos, então perguntei se ela estava sozinha em casa, se seus pais haviam saído. Ela falou que saíram, mas que não estava sozinha, que havia um amigo da faculdade com ela.



Sempre quando eu telefonava pra ela ficávamos com tesão. Desta vez não foi diferente. Ela me disse que estava molhadinha. Então doidinho como sou (ela sabia disso) pedi, ou melhor, mandei ela tirar a calcinha. Ela negou por algum tempo, mas depois tirou. Eu ficava dizendo que queria que ela ficasse sem calcinha enquanto seu amigo estava lá.



Ele voltou para a sala, de onde ela falava comigo, e se sentou. Ela ficou nervosa. Ela havia me falado que estava com uma saia curta, que ele iria acabar vendo, que estava muito nervosa. Eu disse que queria que ele visse mesmo, e mandei ela levantar e ir pegar algo na cozinha, já que quando ela levante iria descruzar as pernas e acabar mostrando.



Ela foi. Na cozinha perguntei se ela achou que ele tinha visto, ela disse que tinha certeza que viu. Mandei ela perguntar pra ele se ele viu, não diretamente, mas de alguma forma. E ela foi fazer isso. Eu e ela estávamos malucos.



Conversaram e ele acabou confessando que viu. Mandei ela dizer pra ele que ele podia bater uma punheta olhando a buceta dela, se ele queria. ELe quis. Tirou o pau pra fora. Mandei ela abrir totalmente as pernas, ela abriu. Mandei ela descrever o que estava vendo, se ela estava gostando. Ela falou que o pau dele era grande, que ele estava se tocando e estava muito doido de tesão. Ela disse que estava achando estranho aquilo. Ele perguntou com quem ela estava falando no telefone, ela falou que com o namorado. Ele estranhou, mas logo sacou.



Ele queria que ela tirasse toda a roupa. Eu mandei ela fazer isso mesmo. Ela era muito gostosa como eu falei, muito mesmo, ele deve ter ficado com muito tesão mesmo. Depois de algum tempo eu queria que ele gozasse logo, mas ela disse que ele cuidava pra não gozar logo. Então mandei ela pegar o pau dele e fazer ele gozar. Ela pensou um bastante antes de fazer isso, acho que 3 segundos, e foi lá pegar no pau dele. Eu adorei aquilo, ela disse que o pau era duro e quente e que estava adorando. Ele gozou na mão dela. Ela adorou o pau dele pulsando na mão dela, eu adorei muito mais ouvir aquilo tudo.



Voltei de viagem mais doido ainda. Armei meu plano e combinei com ela. Seria a primeira vez que eu seria "corno", mas não estava nem aí, queria mais e ver outro homem fudendo minha namorada e transformar ela numa puta.



O plano era o seguinte, eu me esconderia no guarda-roupas e veria tudo. Normalmente quem se esconde lá é quem esta corneando, no caso seria o corno.



Ela chamou ele pra estudar. Ele lágico já devia ter sacado que era pra repetir aquilo do outro dia, mas não esperava que seria mais que aquilo. Ela abriu a porta de camisola como eu mandei, e trouxe ele pro quarto. Foi logo perguntando se ele queria ver ela peladinha de novo. Ele disse que sim claro, ela era muito gostosa. Ela mandou ele sentar e fez um strip-tease. Eu e ele começamos a ficar de pau duro. Ele tirou pra fora. Falou pra ela que desta vez ela não estava no telefone com o namorado. Ela disse que hoje ia ser muito melhor que aquilo. Que queria o pau gostoso dele pulsando dentro dela, e não na mão.



Ele foi muito rápido, tirou a roupa, agarrou ela, eu peguei meu pau e comecei a tocar ele. Fiquei vendo ele metendo o pau dele, quase do mesmo tamanho que o meu, naquela buceta deliciosa, fudendo ela toda. Eu adorei. Ele chamou ela de puta e aí eu não aguentei e gozei, porque era isso que eu queria mesmo, que ela fosse uma puta.



Fiquei imaginando o pau que ela tinha gostado de pegar, duro e quente, agora dentro dela, despejando um monte de porra naquela buceta, ela devia estar adorando.



Depois ela ficou de pé, e se apoiou no guarda-roupas bem na minha frente, pra me provocar, e mandou ele comer a buceta dela por trás. Ele começou fundendo a buceta. Eu fiquei olhando a cara de tesão dela. Mas depois ela fez uma cara feia, reclamando:



- Pára, não coloca aí não.



Ele estava tentando enfiar no cuzinho dela. Eu namorava há 5 meses com ela até então, e não havia comido a bunda dela (ainda, porque ia comer). Ela tentou sair daquela posição mas ele agarrou ela. Ela se esforçava, ele disse que ia fuder o cu dela de qualquer jeito. Jogou ela na cama de bruços. Nessa hora eu pensei em intervir e acabar com aquilo, mas achei melhor não. Ele fudeu o cuzinho dela à força. Já que eu não ia impedir, comecei a me tocar de novo. Aquela puta não (ainda) não queria dar o cu pra mim e recebeu o que merecia. Ele enfiava o pau nela e ela gritava de dor. Ele enfiou tudo de uma vez sá e sem dá rasgou todo o cuzinho dela, e encheu de porra.



Depois foi embora. Eu saí do armário, ainda não havia gozado, ela estava chorando de dor, reclamou pra mim. Eu disse que adorei e que fiquei com muito tesão. Daí ela ficou com tesão também. Então eu mandei ela ficar de quatro que era minha vez de fuder a bunda dela. Então ela ficou e eu meti naquele cuzinho todo gozado e gozei muito naquela vagabunda.



Namorei mais dois anos e meio com ela, como eu disse. Mas depois me cansei daquela patricinha do Morumbi e terminei com ela. Não vi ela mais, mas deve ter continuado sendo a puta que ensinei ela a ser.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Novinha Bebi porra do meu amigo contoCamila minha enteada Tirei o c***** dela bem gostosocontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosconto transando com mulher deficientecontoseroticos anal brital no acampamentocontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu paucontos casada bunda com celulite fotos velhacontos eroticos dei para o compadre da minha filhacontos minha mae bebada e fodacontos ainda menina dei pro meu irmaozinhomaisexo peituda goza no oralcontos sex fui tratada como putacontos sexo meu marido rebolou na pistolabjodelesbicacontos espiando o sobrinho dotadocontos dando minha bucetinhaEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delajogo de puta buçetadame estruparam e me obrigaram a dar para o caseiro do sitiopapai tirou do meu cu quis por na minha bocacontoerotico meu padrastomim comeucontos eróticos sou casada e trai o marido com negão africanocontos eroticos e tome gozada na caracontos eróticos irmãcontos japonesa rabudacontoseroticoloiracontos eróticos de pequenininhos dando para grandõesConto erotico ZoofiliaArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrohomem gosta de perna aberta ou mais fecjadinha na hora do prazerwww.xconto.com/encestoconto erotic pegand a calsinha da sograconto, fodida pelo vovô e primos nas fériascontos eroticos gay o namorado da minha irmacontos 8 aninhosdepois de casado entrei na piroca grossa e viciei contosrelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasContos eroticos encesto na adolescênciaconto erótico sequestradorescontos marido deu sonifero para esposacontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetaminha sogra minha esposa duas vadia contos eroticoscontos eroticos minha sogra é um espetaculo lindadando cu munheres.com45anocontos gay o vizinho cadeirantecomo fuder com banana verdecontos eroticos envagelica abusadapelado com uma travesti contos eróticosCasadoscontos-flagrei.irma putinha sobrinha casada safada corninho manso titio caralhudo safado corninho contos roticos com fotosdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos gays adoro cheirar uma rolaO amigo dele me comeu contosEu quero filme pornô de uma dentista de saia jeans com avental bem peitudaconto erotico com meu sogro peladocontos eroticos incesto sutiaputa feia trai corno na lua de melcontos Minha esposa rabuda provocando de shortinho contos swingcontos eróticos de mulher sendo estrupadaMinha esposa fiel. Nao resistiu meu amigo roludo. Contos eroticos de traicao.Conto erotico dei menstruadaContos eroticos engravideiContos eroticoa transei cm um aduto na infanciacontos eroticos de pai e filhinha novinhacontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netascontos eroticos - arrombando cuzinhoconto sexo bandidos comeu eu e meu marido dividindo a enteada teen com o filhocontoseroticosrolacontos eroticos de mulheres coroas fodedeirasContos eroticos: sentando de calcinha na cara do escravozoofilia garota de programa asustada com pauza do cavalo boneicache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html amostendo bucetasmulhe sora no pau fudedocontos eroticos mae acidentadapitbol caseiraa amiga resolve acordar a amiga com a mão na buceta delaincesto a maé do meu milhor amigo parte 4conto erotico bucetas folozadawww.mulhers impinadas de calcinhaContor eroticos de sexo chupada dapererecaDeixando a novinha laceadacontos eróticos priminha caçulacorninho esposa picudo frouxo contocontos eroticos viagem ônibus