Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO É UM GRANDE CORNO!!!!

Click to this video!

Meu tio é um grande corno!!!!!



Sempre desconfiei que meu tio fosse corno, mesmo minha tia Cris sendo uma mulher meio gordinha de 1,65m, cabelos longos e negros, seios fartos e uma bunda enorme.



Tia Cris era uma mulher que acabava despertando tesão em mim sá pelo jeito de safada dela, ela adorava mexer com os sobrinhos e dizia que eu era o preferido.



Toda semana eu presenciava brigas dos dois, mas ela sempre saia sorrindo do quarto com cara de safada e arrumava alguma forma de me provocar.



Apesar de nunca ter visto minha tia com outro homem, tinha certeza que se um dia eu a seguisse confirmaria minha suspeita.



Esperei até um dia que ela se arrumou toda e foi para o ponto de ônibus sem avisar ninguém, peguei meu carro e segui o ônibus para saber aonde iria descer.



Finalmente apás 35 minutos quase chegando ao centro ela desceu e entrou em um motelzinho vagabundo sem em olhar pra trás.



Arrumei um lugar práximo para estacionar e fiquei aguardando nas redondezas, ela saiu do motel sem se preocupar se estava sendo vista, atravessou a rua e foi para o ponto de ônibus.



Peguei o carro e passei em frente ao ponto buzinando, ela olhou surpresa e veio até o carro, pedi que entrasse, ela sentou e perguntou o que eu tinha ido comprar no centro, respondi que tinha visitado uma amiga e repeti a pergunta, olhou-me com aquela cara de safada e disse que havia visitado um amigo também e sorriu.



No caminho ela percebeu que eu estava inquieto e perguntou o que havia de errado, então contei o motivo real de estar no centro àquela hora, ela ficou séria e calada.



Pedi para que relaxasse que não contaria pra ninguém o que havia visto, ela olhou surpresa novamente e sorriu, disse que queria conversar comigo em outro lugar, mas primeiro passaria em casa para tomar banho e trocar de roupa.



Fiquei aguardando mais uns 30 minutos com o carro estacionado no quarteirão ao lado, tia Cris chegou e entrou com um vestido azul comprido, e disse para sairmos dali logo que os vizinhos eram muito fofoqueiros.



Saímos em direção um motel numa estrada mais afastada, quando entramos no quarto ela já foi logo perguntando se eu iria chantageá-la, respondi que sim e que ela iria fazer tudo que eu mandasse.



Ela sorriu e disse que sempre quis receber ordens minhas, mande-a tirar o vestido, ela estava sem roupas intimas por baixo, estava totalmente nua na minha frente.



Peguei-a pelos cabelos e beijei sua boca, fui descendo pelo pescoço até chegar a seus seios, chupei aqueles bicos enormes e durinhos até matar minha vontade de mamar.



Empurrei-a na cama e abri suas pernas, ajoelhei-me e chupei aquela bucetinha gostosa que tantas vezes imaginei comendo, ela gemia baixinho segurando minha cabeça, em poucos minutos senti o melzinho dela escorrer e o corpo se contrair.



Levantei-me e baixei a calça, coloquei o cacete pra fora e puxei-a pelo cabelo com força enchendo a boca da titia com meu caralho, ela chupou gostoso, era uma boqueteira de primeira, me fez gozar rapidamente na boca dela e não parou de chupar me deixando com as pernas tremulas.



Ela perguntou o que eu faria com ela em seguida, empurrei-a novamente e abri suas pernas segurando em seus tornozelos e com uma estocada forte enfiei todo meu cacete naquela buceta gostosa, ela gritou e me puxou mais ainda pra dentro dela, disse no meu ouvido que queria ser minha puta.



Bombei com mais força a fazendo gemer loucamente, apertava seus seios, ela me xingava de safado, filho da puta, gostoso.



Comecei a me empolgar com aqueles palavrões e quando percebi estava tratando ela como uma puta de verdade, xingava, baita no rosto dela, ela respondia que era minha puta e que queria gozar gostoso, pedia pra meter forte que ela amava, bombei mais forte e senti novamente que ela estava gozando.



Deitei e a mandei cavalgar, ela subiu em mim e começou a rebolar gostoso, com as mãos eu abria aquela bunda deliciosa e enfiava o dedo no cuzinho dela, ela sentava gostoso e pedia pra enfiar o dedo no cú que ela adorava dar o bundinha, deixei-a cavalgar mais uns minutos até sentir ela gozando novamente.



Mandei-a ficar de quatro e empinar bem a bunda que iria comer o rabinho dela agora, ela obedeceu e não parava de repetir que queria dar o cú, que era minha puta.



Abri com as mãos suas nádegas e comecei a lamber seu cuzinho, ela dizia que assim já era castigo demais, mandei-a calar a boca, que era minha puta e a castigaria todos os dias que quisesse foder uma vadia, ela gemeu mais ainda e pediu para eu foder o cuzinho.



Posicionei-me atrás daquele rabo empinado e coloquei a cabecinha no cuzinho, ela rebolava e gemia massageando o clitáris, brinquei bastante pondo e tirando sá a cabecinha deixando ela doida, e quando já não aguentava mais de tesão enfiei de uma vez sá sentindo minhas coxas batendo contras as dela.



Tia Cris gritou alto, gemendo de tesão me pedia pra comer gostoso, desferi alguns tapas fortes em sua bunda, dizendo que quem mandava ali era eu, puxei-a pelos cabelos cravando gostoso meu pau todinho nela, falava besteira no ouvido dela e bombava naquele rabo grande empinado.



Com a mão direita puxava seu cabelo e com a esquerda alternava entre seus seios, o clitáris e os tapas que dava em sua bunda, num ritmo intenso comecei a bombar, em pouco tempo sentir que minha tia se contraia e bambeava as pernas, então madei-a se virar e sentir o gosto do rabinho dela, ela caiu de boca sem pestanejar, mamou gostoso e me olhando com aquela cara de vagabunda, dei um tapa forte na cara dela chamando-a de vadia, ela disse pra eu gozar na cara da minha vadia e me masturbou forte, não aguentei de tesão e deixei escapar um jato de porra na cara dela, tia Cris continuo batendo forte até extrair a ultima gota possível do meu cacete e depois limpou tudo com um boquete sensacional.



Hoje eu tenho certeza de que meu tio é um grande corno, com o tempo entendi o motivo pelo qual minha tia agia dessa forma. Tia Cris acabou se tornando minha madrinha de casamento e ainda temos nossos encontros semanais. Sou um cara de sorte por ter uma família grande, cheia de tias e primas putas, ainda tenho várias metidas pra contar a vocês.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos manacontos gay meu primo ensinoucontos: sentei no colo do velhoporno idoido na purberdadeFui a depilação ela me lambeu contomeu marido vacilou fui arrombada por seus amigosContos eroricos esturpo seios mordidascontos de incestos mae puta e filho espertotempo minha filha gostosa e g************* do c* dela contos eróticosputa que mora no bairro portãobrinco com tio levou no cuzinhoContos eroticos de amigos q fuderam as amigasconto jovens de pau duro no calcao de futebol jogando video gamecu da irma madura contos fotos ilustraçoesconto minha mulher aronbadacontos eroticos vovò gostosa se depilando de perna aberta na frente dos netoscontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tiomamilo gigante vazando contopegado carona um casal com camionero contos eroticoxvidio gay coroa 82conto erotico esposa hotelcontos meu pai me seduziuContos eroticos fui corno na festaimagem cuzinho irma contoschupando buceta com gosto como se beijase uma bocabaixinha bronzeada transando com homem fortaocontos eróticos de pai fudendo filha no carroesposa perdeu aposta e encarou duas rolas conto eroticocontos exoticos no.cinemaconto erotico como gravidez a minha tia seios gexcitada pelo meu tiocontos gays adoro cheirar uma rolaconto erótico irmão vomitou roupacontos de casadas o negro desconhecido me arrombouzoofilia bruda com mininasx vídeo mulher da cu virgema outro antes de da marido conto eróticosconto ele me comeu pelo buraco da paredecontos eroticos minha esposa da bunda gostosa dando pro mendigo do pau enorme eu vendo tudocontos de corno enrabadocontos eróticos dezoofilia menina mora no sitio real amadoFunk érotco recebru varias calcinha de presente contos eroticoimcestos minha filha novinha cabacinho quiz fuder compapai vcontos descobrindo minha xaninhaconto erótico o que rola em cine Porno do Brasildog pegando vovo contoseu minha esposa demos carona o cara era um pintudodormi bebado perdi as pregasengolindo ate o talo contoscontos eróticos gays metrosexe conto com foto finji dormi e papai mi enrabocontos eróticos com pezinhos da namoradavídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandoConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotocdzinhas como tudo começou contosContos eroticos viagem longa incestuosacontos erotico, quatro travesti me estruparamcontos comeram minha mulher no colegiocontos eroticos dei pra dois caras no cinema e depois um travesticasadas piranhudas e cornos submissoscache:NCvA3Q684K4J:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria-mais-lidos_4_10_incesto.htmlcontos eroticos fudendo a mae travesticontos erroticos garroto comeu minha mulher dormindocontos eróticos vc me acha bonitagrelo xoxotudarelatos minha esposa dando a bundinha eu chupando a x******contos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadoconto desde pequena participo de orgias com minha familiaconto picante com colegacontos eroticos comendo o preciosoestudando com contos eroticosp****** do papai contos eróticos