Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O MELHOR CARNAVAL DA MINHA VIDA!!!

Click to Download this video!

Estava voltando de Hortolândia onde fui fazer um serviço com três amigos.rnrnMeio perdidos fomos parar no shopping Dom Pedro que fica um pouco fora do nosso caminho. Pouco depois de sair do carro pra pedir informações um New Civic com três gatonas parou práximo de mim. A que estava no banco passageiro da frente perguntou:rnrn- Está perdido delicia?rnrnEm seguida a motorista completou:rnrn- Vem pro meu mundo que eu te guio.rnrnMe aproximei do carro e me abaixei práximo a janela da que falou comigo primeiro.rnrn- Estamos perdidos sim, queremos ir pra São Paulo.rnrnA que estava no banco de trás disse:rnrn- Estamos indo pra São Vicente, Se quiser pode nos seguir até se achar.rnrnEnquanto conversávamos a motorista me olhava com fome, mordendo os lábios e disse:rnrn-Nossa moreno, como você é gato. Fala seu nome pra mim.rnrn- Pode me chamar de Edd. E o de vocês?rnrnNo banco de trás estava Elaine. Morena e baixinha, aproximadamente 1,60, meio gordinha com coxas, bunda e seios fartos, olhos escuros, cabelos ondulados, rosto não muito bonito, mas com uma boca gostosa e um sorriso lindo. Na frente estava Valéria. Olhos e cabelos castanho-claros, cabelos bem lisos, aparelho nos dentes. Pele branquinha e bochechas rosadas. Aproximadamente 1,70 de altura, cinturinha fina, coxas e bumbum na medida um par de seios deliciosos, grandes e firmes. A motorista era Tamires, ou Tamy como ela prefere.rnrnDe todas a mais gata, olhos e cabelos castanho-escuros, um olhar penetrante e firme, uma boca deliciosa que da água na boca num rosto mais do que lindo.rnrnSeus seios eram pequenos, mas, durinhos, suas pernas eram grossas e malhadas, sua pele era bronzeada com algumas tatooagens espalhadas pelo corpo. Sua voz era deliciosa de ouvir.rnrnDepois de nos apresentar avisei que iria pro carro e as seguiríamos até achar nosso caminho, Mas logo Tamy propôs.rnrn- Que tal você ir com a gente até onde vamos nos separar, lá você volta pro carro com seus amigos.rnrnApenas avisei meus amigos e seguimos viagem, eu agora no carro das meninas.rnrnElas estavam meio alcoolizadas, mas Elaine estava mais do que as amigas.rnrnAssim que voltamos pra rodovia pedi pra Tamy vir comigo no banco de trás, mas ela era a única que dirigia.rnrnA conversa já começos com o assunto ?Sexo?. Perguntaram se eu namorava, como minha namorada era, se ela fodia gostoso, com que frequência fodiamos e por ai vai.rnrnTamy que sempre me olhava pelo retroviso interno disse:rnrn- Nossa! Esse assunto me deixa excitada.rnrn- Eu também. Respondi alisando meu pau.rnrnElaine que estava do meu lado perguntou:rnrn- Seu pau esta duro?rnrn-Sim. Respondi.rnrnComo se tivessem ensaiado as três amigas pediram no mesmo tempo em alto e bom som.rnrn- Deixa eu ver!rnrn- Fiquem a vontade. Respondi escorregando meu corpo pra frente.rnrnElaine que estava sentada do meu lado ficou ajoelhada no banco bem mais práxima de mim e começou a alisar meu pau por cima da bermuda.rnrn- Nossa gatinho! Ele esta bem duro mesmo hein. E é bem grandinho também.rnrnAs outras começaram a pedir pra Elaine colocar ele pra fora da bermuda logo que elas queriam ver. Atendendo ao pedido das amigas, Elaine abriu meu zíper e abaixou minha bermuda e a cueca juntas de uma sá vez fazendo meu pau saltar pra fora. Nesse momento a três começaram a elogiar meu pau de uma forma até que exagerada, mas tudo bem, faz bem pro ego mesmo sabendo que não é tudo verdade.rnrn- Nossa Edd! O que é isso?... é de verdade?... Isso sim é que se chama de mastro... com um desse você da conta de nás três e sobra pica pra mais uma.rnrnElaine acariciava meu pau iniciando uma punheta bem lenta e suave. Valéria que já estavade joelhos no seu banco olhando para trás disse:rnrn- Se fosse eu aí do seu lado já estaria babando esse pau todinho.rnrn- Mas esse aqui é da Tamy. Responde Elaine.rnrn- Fica a vontade. Respondeu Tamy. - Não posso fazer nada dirigindo, e do jeito que você é safada sei que você esta louquinha pra mamar esse pau.rnrnAs três riram alto e Elaine fazendo uma carinha da safada perguntou?rnrn- Posso?rnrn- Por favor. Respondi.rnrnElaina se abaixou e começou a circular sua língua na cabeça do meu pau.rnrn- Nossa, meninas! Que sabor delicioso, está todo babadinho.rnrnLogo Elaine estava me chupando com força, me punhetando, gemendo, cuspindo.rnrnEm pouco tempo percebi que iria gozar, mas ao avisar Elaine parou de me chupar e tirou a roupa que estava usando, apenas um shortinho e uma blusinha de alcinhas, nada mais. Sua buceta esta muito molhada e depiladinha. Ela se deitou no banco abrindo suas pernas e pedindo:rnrn- Me fode antes de você ir embora gatinho.rnrnTerminei de tirar toda a minha roupa e posicionei meu pau na entradinha da sua xaninha e fui enterrando meu pau bem devagar até entrar tudinho. Valéria olhava tudo de boca aberta enquanto Tamy não sabia se olhava pra estrada ou para o banco de trás do seu carro.rnrnEm pouco tempo estávamos fodendo com força. Elaine gritava de tezão me estimulando cada vez mais me fazendo controlar o máximo que podia pra não gozar.rnrnValéria já estava com seus dedos alisando sua xaninha por baixo do seu shortinho enquanto seu rosto estava bem vermelho.rnrnTrocamos de posição e agora Elaine me cavalgava de costas pra mim. Ela subia e descia com violência fazendo nossos corpos estralarem com o impacto. Ela gemia muito alto e sua buceta estava muito quente e molhada. Alguns segundos depois Tamy me avisou que já estávamos pra chegar no local onde eu voltaria pro carro dos meus amigos, então coloquei Elaine de quatro e soquei com força. Agora já não me controlava pra não gozar, pelo contrário, queria gozar logo. Mesmo com o ar condicionado do carro ligado nossos corpos já transpiravam muito e isso deixava aquele traseiro delicioso com um contraste lindo. Enquanto fodia sua buceta com força Elaine alisava sua xaninha e logo começou a gozar. As contrações de sua buceta mascando meu pau me levaram ao finalmente. Tirei meu pau de sua buceta e a puxando pelos cabelos aproximei meu pau de seu rosto. Elaine com a boquinha bem aberta recebeu meu leite em sua boca e seu rosto que ficou lindo todo lambuzado de porra.rnrnElaine se sentou novamente no banco e trocou um beio delicioso com Valéria que pedia pra provar minha porra. Depois de beijar Elaine, Valéria beijou Tamy pra que ela também sentisse meu sabor.rnrnNos recompomos, vesti minhas roupas e trocamos nossos telefones.rnrnTamy morava sozinha no litoral de São Paulo e agora estava levando Elaine e Valéria pra morar com ela. Depois de me passar seu endereço, todos nás trocamos alguns beijos e me despedi prometendo passar o carnaval com elas nem sua casa.rnrnFoder com Elaine no banco de trás do carro foi muito bom. Mas como elas mesmas disseram eu era da Tamy.rnrnAgora era sá esperar chegar o fim de semana pra passas o melhor carnaval da minha vida...rnrnLogo eu conto o resto...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Como fazer a mulher se apaixonar pegando a calcinha delacontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euvideo de namoradosendo cornocontos erotico sou cazada beti punheta pro meu amigo pornocontos eróticos gay meu primo cumeu meu cu no sofacontoeroticos velhos com namoradaconto erotico tarado comendo buceta da cabrita no.zoofiliacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigowww.conto fudeno mulher q fas cafezinhoFoderam gente contos tennscontos descobri esposa minha filha e uma cadela conto eroticowww.contoseroticos .com.br confossoescontos de big rolacontos eroticos menininho sapeca no meu coloprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foracontos eroticos sobre voyeur de esposacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casahistorias eroticas com saúnas masculinasconto Negão comeu a mulher do cara para pagar a dívidacom amigo na praiaconto eroticoTennis zelenograd contocontos pornor me comeramcontos eroticos enrabada pelo professor de academianoite maravilhosa com a cunhada casada contosbaxinha no hotel com namoradoConto erotico comendo minha subrinha fabiane e fabiolaFui enrrabar minha esposa o pau não subiu o que façocontos de estrupos no transportesmeu corpo que era devastado pelo seu pau ainda duro contos eróticos contos eroticos de pintorcontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosaposentado grisalho peludo comendo cuzinhocontos comeu a inquilina separada do maridocom amigo na praiaconto eroticoContos mão dentro do ônibuscontos eroticos travestis fudendo frentistas do posto de gasolina gaysConto erotico viuva carentesarinha contos eróticos numero de telefonecontos eroticos com mts mamadas nos peitos/sexo com o amigocontos eroticos minha mulher mandona e dominada ppr outrocontos eroticos a coroa submissacontos eróticos do tio malvadoconto sou esposa de um viadinhoconto erotico atrasado mental comeu minha mulhercastigando a patroa na ruapaugrossocontoseroticosContos eróticos gay hooo isso fode meu cu fodeVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhofui ensinar a sobringa dirigir ea fudiConto erotico comida por dois pirocudocandidato comeu a buceta da eleitora safada contos eróticosvisinha casada o novinho contos com fotoscontos fui chupada pelo velhopriminho tesudinhodei o cu na fazenda contosimagens de conto de homem macho transando com lojista machomachos arrombador de gay afeminadoler conto erotico fodendo mh maegostaria dever filha cupano apica do pi dorminobebadas na piscina contoszoofilia em canilcommini vidio porno so rabudas epitudasGoiás borracheiro endereço conto gay de calcinhaboa f*** travesti orgiacontos eroticos de mulheres co mendigoscontos eróticos viro corno por me deixar em casa sozinha a noiteCont erot mulher da roçacontos erotico pirocaoapalpadinha na bunda.contoPorn contos eroticas. madura divorciadaContos erodicos fiz meu irmao vesti calcinha,e ser minga putinhacomto erotico massagista erotica colocando dedo no cú da menina virgemhttp://porno contos eroticos de mulheres estrupadas ele elaMeninas novinhas de onze e doze perdendo a virgindadecontosmeu tio me dava a mamadeiraContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindomeu pai fogoso contocontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadeContos eroticos de mulheres ce masturbanohttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_25933_fodendo-o-recepcionista-do-hotel.html&ei=h1fTW1EH&lc=pt-BR&s=1&m=739&host=www.google.com.br&ts=1489513220&sig=AJsQQ1A6LGGFLRL7NY2__JYTuAweTMayWw