Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOZANDO COM CLARINHA

Click to Download this video!

Conheci Clara numa sala de bate papo,à tarde. Começamos a trocar mensagens,e logo descobrimos muita afinidade.Gostei do seu jeito,ela parecia ser muita simpática e inteligente,fiquei com vontade de ouvir a sua voz.rnrnPerguntei se podia ligar prá ela, ela disse que naquela hora não podia,porque seu marido estava chegando e tinha muita gente na sala. Perguntou se podia me ligar mais tarde,de madrugada.rnMinha mulher estava viajando e eu disse que sim.rnrnDe madrugada ela me mandou um torpedo e eu retornei e liguei prá ela . Clara tinha uma voz muito gostosa,suave,meio rouca e estava quase sussurrando,porque não estava sozinha. Morava num sobrado e todo mundo dormia na parte de cima.Ela estava no quarto da empregada,que tava de folga, achava excitante estar ali. rnrnDisse que tinha gostado muito do nosso papo e perguntou o que eu achava da sua voz. Eu disse que tinha adorado a voz dela,suave..gostosa,muito sensual.Ela sorriu,parece ter gostado. rnrnEu tinha tido pra ela que escrevia contos eráticos ela me perguntou se eu podia ler um conto prá ela. Li dois..Quando acabei de ler ela me disse :rnrn- que voz bonita você tem, disse Clara.adorei seus contos, to começando a ficar excitada.rnrn- Sua pele é tão macia como sua voz ?,eu disse,já alisando o meu pau rn- é,rn- imagino seu corpo lindo,macio,seu marido é um cara de sortern- eu também acho, ele é um gatornrn- se eu estivesse aí ia passar a mão pelo seu rosto..devagar.rn- eu sinto..sua mão gostosa...forte e suavern- passo a mão na sua nucarn- gostoso..estou sentindo pela sua vozrn- cabelo gostoso, perfumado.rnrn- não se aproxima assim..rn- hum, que delicia..deixa eu cheirar seu pescoçorn- ai, nao faz isso, tá encostando muito..to sentindo seu nariz no meu pescoçorn- vc gosta ?rn- adoro..rn- e esses lábios deliciosos ? eu não resisto,nãorn- ..que tentação..queria me beijar de verdade ?rn- queria..sente ..hum...rnrn- .........sinto...me beija de novo..me abraçarn- assim ? rn- hum, hum...rn- te imagino com um beijo delicioso, clara, rn- o seu também..sua lingua me invadindo..rn- vou passar a mão pelo seu corpo.como está vestida ?rn- com uma calça jeans e de camiseta..rn- enfio a mão por dentro da camiseta e toco suas costas..seus seios..rn- gabriel...estou ficando excitada..rn- desço a lingua pelo seu colo, sua barriguinharn- ah..aii rnrn- tira o soutien, clara..quero que tire o soutien e toque seus seios..rn- espera...tirei..estou tocando meus seios agorarn- imagine meus labios nos seus mamilos...ahh, vc me deixa louco..vc é muito gostosa..rn- gostoso é vc..rn- estou com tesão por vc..rn- eu tb..vemm..rn- tira a camiseta..tira...rn- não posso...não posso..rn- tira, tira imaginando que eu to tirandornrn- .vou tirar...prontorn- vc é linda..chupo seus seiosrn- o que vai fazer comigo, gabriel ? me diz !!rn- lamber todo o seu corpo,chupar sua bucetinha,morder suas nadegas,sentar vc no meu colo, de frente pra mim..te comer bem gostoso, te colocar de quatro e te encoxar..esfregar meu pau no seu cuzinho..rnrn- ai, gabriel..chupa meus seios...eu adororn- ai, que peitinho gostoso...ahhrn- chupa assim..ai, que loucura..acho que estou ficando louca..morde assim, devagarinho..delicia..delicia..chupa mais..rn- clara..rn- humm, fala,...rn- cade sua mão ?rn- o que voce quer dizer ?rn- abre o ziper de sua calça,quero que abra..imagina minha lingua na sua virilharn- não posso..não..alguém pode acordar e me ver rnrn- abre..enfia a mãozinha e toca seus pelinhos..sá toca os pelinhos,vai clararn- abri, estou tocando, imaginando que é vcrn- isso... desce mais,,mais...assim... desce a calçarn- nao posso, gabriel, vou ficar pelada...to no quarto da empregada..ja pensou se alguem me ver pelada aqui? rnrn- entao eu tiro....desço ela devagar...acariciando suas pernasrn- vc é louco,eu não resisto, tirei....estou de calcinharn- sá ?rn- sá..me acaricia por cima da calcinharn- acaricio, clarinha..agora desce a calcinha..passa o dedo levemente nos labios da xaninha..imagina que é minha linguarn- to passando..humm..rnrn- acaricia o grelinho, imaginando minha bocarn- estou acariciando...nem acredito, gabriel, estou pelada aqui me masturbando.. alguém pode me ver...estou adorando vc..rn- fala o que vc tá fazendo...fala... rn- eu estou aqui arreganhada na cama com dois dedos socadinhos bem fundo na xota imaginando você me comendo.rnrn(Nessa hora Clara colocou o fone perto da boceta, e eu ouvi o barulhinho da xota molhada sendo socada.)rnrn- to dando uns tapinhas bem no meio dela, aiii.,(ela dizia bem baixinho...)rnrn- Que delícia que você é, que tesão..isso safada,soca fundo nessa boceta,fode ela pra mim.rn- Geme pra mim, Gabriel...rn- Aii, tesão..gostosa. eu comecei (eu gemia feito louco,batendo punheta apertando meu pau)rn- Molha um dedo e enfia na buceta, vai, esfrega o grelinho e geme prá mim....rn- Me masturba,Gabriel..fala o que vc quer que eu faça,eu obedeço..rnrn- Isso,isso..cê tá molhada ?rn- To molhadinha..molhadinha..rn- Lambe os dedinhos com seu melzinho.rn_ humm...hum...to lambendo..lambe vc Gabriel..,,hummrn- Assim ? delicia...rn- Continua,amor... rnrn- Deixa o dedinho bem molhado de saliva e passa a pontinha do dedo no grelinho..inchadinho prá mim...rn- Sá prá vc,amor,vem beijar,vem lamber,vem me morder...aiiirn- Esfrega o dedinho em circulos sobre o grelinho..isso..aiirnenfia dois dedos agora dentro dela e fode essa buceta...rnfode..fode clarinha..isso, geme pra mim..rn- Gabriel,quero vc aqui...quero vc dentro dela..quero sentir teu pau rasgando minha buceta molhadinharn- Tesão..to aqui batendo punheta imaginando vc,rnrn- coloca o telefone perto dele..quero ouvir o barulho da sua mão na pica.. ( coloquei e ela ouviu o barulho molhado do vai e vem. Clara começou a gemer)rn- Vem, Gabriel,quero sentir voce enfiando ele todinho na minha bucetinha...rn- Safada...vadia..rn- Isso, me xinga..me bota de quatro e enterra...rnrn- Cachorra...rn- aiii. eu to sentindo,to sentindo seu caralho todo enfiado na minha buceta.. aiiiii...aiiiii...quero beijar voce todinho....enquanto voce rasga a minha buceta com o seu pau....seu cachorro safado, filha da puta....vem.. me fode toda....me fode todaaaa....quero sentir seu pau batendo na minha bunda...rnrn- aiii, eu gemia e me punhetava que nem louco..e xingava ela de cachorra, de vagabunda,de vadia..rn- isso, isso..quero sentir seu pau batendo na minha bunda rnquando voce estiver me comendo de quatro...e me fudendo,cachorro ...quero voce, Gabriel,meu macho safado....rnrn- Putinha !!! rn- Sou mesmo, sou sua putinha...sua cadelinha....sua tarada....aiii, aiii vou gozar no seu pau ....deixando ele todo meladinho com meu gozo...hummmm...seu filha da puta safadorn- To te fodendo bem gostoso,to com pau todo na sua buceta..batendo na sua bunda..rnrn- ...eu tô sentindo meu macho...eu tô sentindo o seu caralho todo enfiado na minha buceta.......Me xinga, me xinga,grita..rn- SUA PUTA, SUA VAGABUNDA,SUA VADIA..rn- Isso,xinga mais,mais alto..rn- CACHORRA,VADIA.. PUTINHA..rn- vou gozar, vou gozar...(Clara soltou um sussurro de gozo,e disse..to gozando tooog goooozandddooooo...aiiiaiairnQuando ouvi ela gozando, senti que ia gozar também....e disse :- vou gozar na sua buceta molhada....tõ gozando nessa buceeeeetaaaaaa, cachorra...minha femea, minha delicia...rn-..............................................rn-....................................................rnrnDepois com a respiração ofegante, ela me disse:rn- Gabriel? rn- Oi..eu respondi também ofegante..com a mão toda esporrada..rn- Gozei gostoso,Gabriel,vc é delicioso..molhei a cama toda da minha empregada..vou ter que trocar os lençáis..vc gozou ?rn- Gozei gostoso,vc é deliciosa..rn- Humm,queria que fosse na minha boca...rn- Safada..rn- Vou ter que desligar..adorei vc..rnrn( conto de Gabriel - [email protected]) rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu cuzinho desvirginadocontos eroticos advogadaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorsobrinho dopa sua tia historia eroticacontos eroticos padrinho cuidando da afilhadaminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticoConto troquei o oleo com meu patraoconto erptico eu minha namorada e a amigameus pais transando com minhas coisas do conto erótico pornôconto herotico eu meuamigo sandado minha irmvideo porno minha vizinha mim vizitou aki em casaconto eróticos gay hulkcontos eroticos real engessadao negão comeu o meu marido contos eróticosmeu pai olhava pelo buraco na parede do quarto dele pro meu e se masturbavapeguei a minha atual namorado chupando a buceta da minha excontos lu casadamaisexo peituda goza no oralViadinho Estuprado no assalto Contos Eróticoscomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandocontos erotico uma buceta peludacafetao metendo na minha filha conto eroticosFui vendida como escrava sexual para um negaocontos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandedei meu cuzinho muito cerdo contos eróticosmassagem no jogador conto bissexuaisconto porno teen gay free mulato favelanão anãozinho chupa meu paurelatos de casadas que treparam vom suas cunhadssContos eroticos fudim a buceta da minha maeOq deu a chantagem do sindicoaaaaah. chupa minha bucetinha vai. isso. vou gozar na sua boca. me faz gozarconto erotico neu rabo seduziu meu subrinhoconto erotico gay rola grossa conto eu e meu marido a casa de swingconto erotico de esposa de bunda grande com o gordomeu pai adora ser puta na camaconto eroticoComtos eroticos com cumada novinhabolei um plano e comi minha enteada fingindo que estava dormindo contosContos eroticos engravidei a indecisagorda acima de 100kg rebolando o bumbum bem gostosocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaquero história de homens vizinho um comendo o cu do outro pulando muro à noiteMinha sobrinha pediu para eu dar um shortinho de lycra pa ela usa sem calsinha para mim contoscontos eróticosprimosfotos da minha mulher gulosaporno contos eroticos filhinhas enrabadascontos eroticos marido capachocontos eroticos negao estuprou eu e meu maridoContos gays o colega pauzudoconto interracial sítio esposa brancacontos de coroa com novinhoBrincadeira na piscina com meu irmao poran vedeoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casamulher casada honesta tomou gozada na bucetaContos eróticos arrombei a linda noiva santinha do meu vizinho ciumentowww.contos de estuprei a gordinhacontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamcontos eroticos - a filhinha mimosacontos eróticos de mães e filho de pau grandeconto+fui+arebentada+negro+meu+maido+adoroucontos eroticos fingi que estava dormindoContos eroticos- meu pai me xingando no sexoSou casada mas bebi porro de outra cara contosTennis zelenograd contocasa dos contos painho sou gaymeninas com bucetinhas piticas pornodeserto conto heteroprimeira vez difícil contos eróticoscontoseroticos ai papai fode esse cu todocontos eroticos patroa praia nudismominha mulher estava com a buceta toda aberta contoirma vagabunda safada irmao pirocudo contos cunhado corninhocontos o velho fez casada de putacontos eróticos com moleques    contos eroticos virgndade molequecontos de sexo com novinhas trepando com advogadosevangelica casada e puta sendo esculachadacontos ganhei uma massagem e fiz um boquetepraia pousada a buceta e o cuzinho virgem da tia fofinha contoswww.xconto.com/encestosempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticosflagreisobrinhaMeu pai tava em casa comigo e com a minha esposa eu e meu pai fundemos juntos minha esposa conto erotico