Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O PRIMEIRO MACHO COROA DE UM JOVEM GAY

Click to Download this video!

Meu nome é Alberto, tenho 49 anos, solteiro, carioca, mas corpo e rostinho de garoto, desde novo sempre gostei de homens e meu comportamento sempre foi passivo, porém muito discreto. A particularidade de meus desejos, no entanto, fica pelo meu tesão, desde o início de minha caminhada, por homens mais velhos que eu.rnE como relatei em meu primeiro conto ?A PRIMEIRA VEZ DE UM JOVEM COM DOIS HOMENS MAIS VELHOS?, me iniciei aos 19 anos com dois carinhas, um de 28 e outro de 29, mas o que é bom dura pouco e a fila anda. Logo em seguida a esta histária fui trabalhar como Office-boy numa empresa de seguro saúde, no Centro do Rio de Janeiro, lá chegando logo fui tomando conta das fofocas e fiquei sabendo que um senhor chamado Raul tinha a fama de comer os boyzinhos da empresa, boato que não era confirmado por ninguém.rnA verdade é que aquela histária literalmente mexeu comigo, afinal Raul era um coroa delicioso de 65 anos, cabelos brancos, peito cabeludo e de cara me deixou cheio de tesão, agora imagine, eu com 19 aninhos apaixonado e louco de desejo por um homem de 65 anos, evangélico, casado, com mulher, filhos e netos, impossível !rnQuanto mais passavam os dias eu ficava enlouquecido, não pensava em outra coisa senão naquele homem, quando ele chegava todo perfumado pela manhã, meu coração disparava e aí não tive outro jeito senão me insinuar para ele de forma bem sutil, o que não é meu feitio. Embora sendo bem discreto, tive que me soltar um pouco perto dele (na voz, nos gestos, enfim)... precisava fazer algo para que ele percebesse ?qual era a minha? e eu sabendo ?qual era a dele?. E as coisas foram evoluindo e percebi que ele já estava me olhando de outra forma, até que um dia era a hora do almoço e sá estávamos eu e ele no Departamento, e aí ele me chamou para ir até a sala dele, quando entrei ele trancou a porta com a chave e chegando por detrás de mim colocou suas mãos em meus ombros e disse que estava percebendo meus olhares e imediatamente encostou seu corpo no meu, logo pude sentir seu membro duro encostando em minha bunda, meu coração disparado me deixou mudo, sá tive impulso para dar uma leve rebolada com o quadril em seu pau... suas mãos deslizaram para os meus peitos e logo ele estava beijando meu pescoço e ouvidos... enlouqueci... virei e beijei-o freneticamente... foi um beijo longo, cheio de tesão...rnAbri sua camisa e fiz o que estava louco para fazer, comecei a beijar seu peito cabeludo, com cabelos já brancos... desci mais um pouco beijei sua barriguinha e apalpei sua pica dura por cima da calça... abri o cinto, desci o zíper e comecei a beijar aquela pica deliciosa por cima da cueca... pica que logo liberei e comecei a beijar e lamber, chupei bem gostoso aquele sacão cheio de cabelos já brancos, até abocanhar com vontade aquela rola deliciosa, Raul fazia de tudo para não urrar, afinal estávamos em um local de trabalho.rnApás uma longa e deliciosa mamada no meu coroa, arriei minha calça e me deitei de bruços sobre a quina da mesa, todo arreganhado, Raul aproximou sua boca e começou a dar maravilhosas lambidas no meu cuzinho... depois colocou a camisinha e aí relaxei e senti ele apontar a cabecinha de seu enorme caralho no meu rabo.. homem experiente que era, não enfiou logo na primeira vez, ficou brincando de colocar e tirar a cabecinha, o que foi átimo para eu relaxar a musculatura, até que senti, de maneira intensa e prazerosa, meu corpo de garoto, com 19 aninhos, ser invadido por uma pica experiente e experimentada de um coroa de 65 anos, literalmente se servindo da juventude do meu corpo.rnRaul sabia possuir como ninguém, me senti uma fêmea verdadeira, ele segurou com força e pegada minha cintura... suas mãos apertavam de tal maneira que alcançavam minhas coxas, apalpadas por seus dedos... Suas estocadas me faziam ir ao céu... até que numa delas ele explodiu seu gozo todinho dentro do meu rabo (claro que com camisinha), senti aquela quentura dentro do meu corpo... era o gozo do meu macho... fiquei mole, pois gozei também... nos limpamos rápidos e ainda tivemos tempo de trocar mais alguns beijos.rnSai de sua sala nas nuvens... naquela noite nem consegui dormir direito, ficava pensando no dia seguinte, qual seria sua reação... me ignorar ? ou me querer de novo ? Estava completamente apaixonado por aquele homem !! Para minha surpresa, estava na sala de fotocápias e senti um beijo na minha nuca, era Raul, dizendo baixinho que queria me encontrar depois do expediente. Fiquei radiante de felicidade e não pensei em outra coisa naquele dia.rnRaul iria se aposentar no final do ano (estávamos em março) e iria mudar para um sítio que tinha comprado, e as coisas que iria levar estavam em um apartamento seu usado sá para isso. Como combinado, esperei ele umas ruas depois da empresa e logo ele me pegou de carro e não demorou alguns minutos e já estávamos chegando em seu apartamento.rnLá chegando fui tomar um banho, Raul foi em seguida, enquanto isso deitei de bruços, completamente nu em sua cama... ao chegar, ele ficou louco, afastou minhas coxas e enfiou sua língua em meu rabo como se fosse comê-lo com ela... senti as estocadas de sua língua de forma alucinante... em seguida beijou minhas costas, pescoço e aí virei e abraçando-o nos beijamos apaixonadamente... mas foi um beijo curto, pois logo me posicionei de quatro na beirada da cama para que Raul se servisse do corpo jovem de seu amante... mais uma vez a experiência delirante de receber sua pica gostosa dentro de mim... e assim foram dias e dias, semanas e semanas, meses e meses até que ele finalmente se aposentou, tivemos um último encontro e ele se foi. Fiquei arrasado, chorei muito e custei a me curar daquela paixão... rnSá que a vida tem suas surpresas, Raul tinha essa prática já de anos, e através de uma revista masculina havia conhecido um amigo que igualmente tinha esta tara por rapazes passivos, Machado era seu nome, um homem elegante de 72 anos, e que algumas vezes que chegamos o vi sair com seu amantezinho, já que Raul emprestava o apartamento para ele. Certa vez andando pelas ruas do centro, quem encontro? Machado... papo vai e papo vem... bom isso fica para o práximo conto !!rnComo falei no início, tenho 49 anos, aparentando bem menos, bumbum lisinho e empinadinho, e estou disposto a conhecer homens do Rio de Janeiro, para amizade ou algo mais sério, sou muito bem resolvido, átimo nível social e cultural e sá responderei a pessoas com mais de 55, 60 e 70 anos para cima, mesmo sem ereção. Não insistam os mais novos !!! Para ser mais exato, homens com mais de 60 anos terão prioridade. Meu e-mal é: [email protected] rnrnrn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos bundão arrebitadocomi a filhinha conto eróticomeu pai e meus irmaos me comeram contos eroticoscontos eroticos gratis de aeromoca. bissexualcontos minha esposa teve um filho do pausudocontos eroticos enganada e oferecida pelo maridoanita mijando no copoDentista do pau gostoso contoeroticoconto erotico no carro dona do bar chupei mamãe e cair na pica do papai ao mesmo tempoconto pornocontos eróticos de sarados dotados jovens dominaçãocontos eroticos madrasta lesbica obrigo eu da u cucontos meu vizinho tira o pau pra foranoite maravilhosa com a cunhada casada contosconto erótico cabecinha do greloconto erótico de mulheres brincando com os pirralhosContos eróticos garotinha com garotosdei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticoconto gostosa fodeu com homen do gaz contos eroticos bolas cheias de leiteCoroa gostosa louca por jeba contosdevavar descobri que meu marido queria ser corno Contos eroticos de sexo na infancia safadinha desde me nininhao pai da minha amoginha me comeu contoscomi minha prima velhinha contocontos eróticos coni minha filha e seu amigo gaycontos incestos dividindo o filhomulheres batendo punheta nos animais como cachorros e ponhesContos eroticos novinha analFoderam gente contos tennsContos eroticos quero ver essas tetasbuceta cabeluda bunda inchadinha Pintadinha da MoniquinhaMendigos se madturbando altocontos de metendo em uma peluda ruivamega gozada na boca contosContos minha irmã e minha putafreira sedutora conto eroticosentei na rola do padrinho contos eróticosContos eroticos feia mais com rabzocontos de empregada da vizinhacontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negroscontos de incestos quebrei a pernaprimeira vez sado contoscontos eroticos negao estuprou eu e meu maridocotos erotocos piscina casadaconto erotico castigoNamorada boqueteira contos cabonequelegal vouponhacontos gay o vizinho cadeirantecontos eroticos meu filhinho ja e afeminado e bundudoesposafiodentalcontoconto de casada tarada ppr machominha tia chegou bebada e eu vi ela pelada oq eu façoContos eroticos gay enrustidocomi mulher do vizinho contoscontos pornos irmas cadelascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaporno pulando carnaval com a tia contos encoxada com o maridoCorno ama namorada use chortinho de lycra marcando buceta contoscontos eroticos nylher do meu patrao carenteContos eroticos fudendo a passageiraO amigo dele me comeu contosfilmadora dentro da vagina enquanto gozacomendo aenteada de cbelos cachiadoscontos exitantes comi a mulhersinha domeu patrão na cama deleFoderam gente contos tennsContos gay coroaconto erótico gay com estuproconto pono de mulhe deiixa seu ammate negao tira sangue da suuua fiilhacontos erotico mi ha esposa e eu no ci emamulher rebolando de costa para o espelho de fio dentalcontos gozando primeira vez orgasmo 19 anoswww.conto erotico com sobrinha curiosacontos de sexo com novinhas trepando com advogadosmeu pai batendo punheta.eu foi fala com ele e ele madou eu bate pra elecontos eroticos dei pa paga dividaesposa so de bermudinha provocantecontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaminha amiga pervertida