Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA PUTA MARIDO CORNO 2

Click to this video!

Minha esposa queria voltar lá no Beto. Tinha gozado muito gostoso, pois Beto tinha uma vara bonita e grande, além de topar tudo. Comeu até meu cu, o que sempre tinha querido mas não tinha tido nem oportunidade nem coragem de provocar. Fui lá no Beto para que ele dividisse minha mulher comigo, não para mamar no pau dele nem dara a bunda.rnPorém aconteceu e foi muito bom. Ela queria voltar, e eu também. Afinal de contas a bunda sarada dele também merecia uma geba dura.rnrnLiguei pro Beto para marcar horário e ele veio com uma novidade, oferecendo os serviços de um travesti.rnrn-- Cara, as mulheres ficam loucas com um travesti e Luana além de tudo tem uma bela ferramenta, grande e grossa... Cuzinho de primeira, bunda carnuda e natural como os peitinhos. Vocês vão adorar...rnrnAceitei a proposta de Beto e contei para minha mulher, que aprovou.rnrnBeto abriu a porta de roupão e com aquele sorriso simpático nos lábios e nos fez entrar. Luana estava sentada na poltrona de pernas cruzadas, com um saiotiho minúsculo e um top pequenininho. Uma louraça.rnBeto tirou o roupão mostrando o mastro duro e empinado para nás. Minha mulher foi logo se ajoelhando, a vadia, e abocanhando a ferramenta.rnrn-- Pau gostoso, estava com saudades...rn-- Mama, putinha, mama na minha dura...rnrnAproximei-me de Luana que levantou-se e veio me abraçar. Nos beijamos na boca, as línguas se entrelaçaram, trocamos carícias em pé ao lado de Beto e minha mulher, que mamava com capricho. Minha caceta dura chegava a doer. Esfregava ela contra o corpo de Luana que sentindo a dureza pegou-a com uma das mãos por cima da calça. Ela sussurrou em meu ouvido:rnrn-- Tira a roupa pra eu pegar nela...rnrnFiquei nu de pau duro, Luana ajoelhou-se e abocanhou. Mamou como uma bezerrinha, levando-me às alturas. Beto gemia, eu também. As duas trocaram de pau e minha esposa veio me mamar. Que puta gostosa minha querida mulher. Mama e geme. Fiquei observando Luana, a única ainda vestida e disse:rnrn-- Tire a roupa, Luana, quero ver você nua...rnrnLuana se levantou e começou pelo top, deixando à mostra um par de peitinhos deliciosos. Nás três paramos tudo para apreviar o strip dela. Mexeu nos peitinhos, apertou os biquinhos, balançou as carnes para nosso deleite. Arriou o saiote rebolando a bunda bem-feita. Beto, em pé ao meu lado, pegou no meu mastro, apertando gostoso. Peguei no dele também, tocando uma punhetinha de leve. Luana ficou sá de calcinha e pediu ajuda a minha esposa:rnrn-- Vem aqui tirar minha calcinha, vem...rnrnEla avançou, se ajoelhou e arriou a calcinha de Luana, que estava de costas para nás. Luana tinha uma bunda perfeita. Redondinha e carnuda, tamanho pequeno, uma beleza. Enquanto eu e Beto nos tocávamos uma, minha mulher fez Luana se virar e sá então vimos aquela ferramenta de outro mundo. Grande, grossa, dura e bonita, a caceta de Luana era demais.rnrnMinha esposa pegou ela nas mãos e ficou balançando, mostrando para nás toda aquela coisa linda e tesuda. Acelerei a punheta no Beto fazendo o macho gozar nas minhas mãos. Ainda de pau duro, puxei Beto contra mim e encoxei-o por trás. Ele encostou a bunda sarada contra minha caceta, enquanto minha mulher botou a geba de Luana na boca.rnAgarrei Beto de jeito, lambi sua nuca, suas orelhas, esfregando meu mastro duaro na bunda desejada. Beto entendeu tudo, soltou-se, foi à cômoda pegar um tubo de KY, deitou-se de bruços na cama e me chamou:rnrn-- Vem, cuida do meu cuzinho, machinho tesudo.rnrnNão me fiz de rogado e tratei aquela bunda com muito carinho. Ao mesmo tempo via minha esposa mamar Luana. Daí a pouco, elas vieram pra cama. Minha esposa deitou de costas e arreganhou as pernas, oferecendo a buça. Luana deitou por cima e enterrou até o talo. O cu de Beto já estava bem laceado, deitei pior cima dele e enterrei devagarinho. Bunda sarada, carnuda, deliciosa. Beto gemia e rebolava no meu pau. Minha mulher gemia e rebolava no pau de Luana. Lado a lado os dois casais se fartavam de sexo. Com uma das mãos peguei a bunda de Luana, que olhou safada pra mim e sorriu. Fodi o cuzinho de Beto até esporrar lá dentro. Luana não gozou, mas fez minha linda gozar pra caralho.rnSaí de cima de Beto, que me apresentou sua geba dura de novo. Abaixei-me e abocanhei o mastro.rnLuana saiu de dentro de minha mulher e veio me encoxar com aquela coisa linda, dura e grossa encostando na minha bunda e entrando no meu rego. Minha esposa subiu na cama e enlaçou o rosto de Beto, dando a buça pra mamar. Eu chupava Beto e Luana me encoxava. Senti as mãos dela passando KY em toda minha bunda e no rego. Fui abrindo as pernas, com um tesão imenso. Mexia a bunda no ritmo das mãos de Luana, que enterrou o primeiro dedo no meu cu. Mamava no Beto e arregahava-me para o travesti Luana. Minha esposa esfregava a buceta na cara do Beto e dizia:rnrn-- Isso, maridinho viado, deixa ela enterrar no seu buraquinho, dá a bunda pra ela, seu puto, safado...rnrnJá com três dedos, Luana me fazia ir aos céus. Gostoso demais aqueles dedos me fudendo sem parar. A pica de Beto na minha boca endurecia mais e mais.rnLuana me pegou pelos quadris me enfiou a pica no meu cuzinho.rnrn-- Aaaaaiiiiiii.... sua puta, enfia no meu cu de macho, sua vadia... ssssssrnrnMeu pau latejava e eu rebolava no mastro de Luana. Sentia-me uma cadelinha em suas mãos. Ela me puxava contra si e enterrava até o fundo, comendo minha bunda como estava a prendendo a gostar... Meu pau balançava solto, me dando um prazer maravilhoso. A cada estocada de Luana eu quase esporrava, sua ferramenta mexendo dentro de mim, tornando-me fêmea, puta, cadela. Eu gemia, todos gemiam.rnMinha esposa gozou na boca de Beto, que gozou na minha, enchendo-a de porra. Luana finalmente esporrou dentro de meu cuzinho, a safada.rnSá eu ainda não esporrara. Minha caceta latejava cada vez mais. Os três caíram de mãos e bocas no meu mastro.rnGozei farto. Esporrei neles que beberam minha porra, espalharam pelos corpos. Desabamos na cama para tomar fôlego. Minha esposa ficou de quatro e pediu:rnrn-- Venham, meus putos, comam esse cu de fêmea até o fundo...rnrnBeto obedeceu e fudeu minha mulher até esporrar no cu dela. Depois fui eu. O pau estava meio mole, mas com jeito fui enfiando e aos poucos ele endureceu. Fudi-a com força, mas não consegui gozar. Ela gritava de prazer. Luana e Beto caíram de boca um no outro, mamando as cacetas gulosamente.rnEu enfiava e tirava, alargando o cuzinho de mina amada que pedia mais. Saí sem esporrar, Luana pulou nela e comeu-a até encher seu cu de porra.rnPeguei minha esposa, coloquei-a na cama e enterrei na buça querida de frango assado. Luana e Beto vieram dar suas cacetas para ela mamar, o que fez imediatamente.rnrnGozei na buceta de minha mulher que bebeu o resto de porra que Luana e Beto ainda tinham. Nosso horário tinha acabado, beijamos nossos machos e fomos embora pra casa. Tomamos um banho caprichado e fomos deitar exaustos. Dormimos agarrados de conchinha, mas minha mulher quis ficar por trás. Encoxou minha bunda de jeito e eu relaxei, oferecendo meu lado fêmea:rnrn-- Ai amor, está gostoso vc me encoxando...rn-- Isso, minha menininha vai dormir gostoso hoje à noite.rnrnMe abraçou por trás e pegou minha ferramenta amolecida. Caímos no sono.rnrnUm beijo em todos e todas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos / desde menininhocamiseta e sem calcinha contoscontos me chamo camila transei com felipe meu irmaopunheten o rabo da minha esposacontos eróticos espiandocontos eróticos inversão bêbadohistórias eróticas com tiaCamila minha enteada Tirei o c***** dela bem gostosocontos eroticos swingpalhia de calcia preta nuacunhado homem no dia do casamento come a bunda do cunhadinho homem novo no quartocontos eroticos fui bem fodida igual puta e chingada de vadiavideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubacontos eroticos minha esposinha e o inquilino velhogorda gozando contoscontos de sexo com vovominha tia casada matutinha contoscontos eroticos mandei meu filho mete no meu cuzaosafada da internet contocontos gay cunhado barracaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eróticos homem velho casa caipirinha novinhamendigojumentoContos eroticos tia dando sobrinhomae acorda de fio dental vai na varandan aguatei a piroca do meu padrinho no cu eu de saia contoscontos comer cu sogra e filhao macho frequenta mimha casae o dono contoscontos eroticos de enteadascontos eróticos minha filha bebeu meu leitecontos gays comessado pelo primocontos eroticos amigo gay inicioucomo me tornei viado parte 3 contpsVideos porno porra boca raquel falando do prazer gozou duas vezes na sua bocaputa goza e grita vou gozar a.como mete toda vaicomi a n********* na mata contos eróticoscontos meu cu tesudoCorno em calcinha contoconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeuContos eroticos gays o consolo de borracha no cu do meu paicontos de menininhas sentando no colo de homensminha mãe deu cu p um cavalo contos hestoria erotica o grandi fatasia do meu marido e c cornocontos tia me devecontos eroticos mulher testemunha de jeováComtos filha fodida pelo pai e amigos delemeu pai e o amigo dele comeram minha namorada contos eróticosmulher ensabuando a buceta grande.historias eroticas de onibus lotadosNo motel os dois cabaços das duas amigas da minha filha conto eroticoamanda casamos grande cabeçudo contosconto casado dei pra travestiver contos erótico está na real primo com prima gordinha gostosavi meu padrasto pegando a minha mãe e eu gostei muito sou gayconto gay pirocudo da academiacontos eroticos d filhotes mando mulheresContoseroticosdecaronacontos passei a mao nela dormindov¨ªdeo porno lambendo o saco do cara?contos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãovizinha conto realContos eroticos mae ve genro urinandominha vizinha de calcinha me chama em sua casa contos eroticostravesti coroa enroladinho Pretotia bate uma pro sobrinho contoscontos eroticos de vendedor velho gordo seduzindo a meninacontos erótico fudi uma cabritinhacontos cuidando da minha irma casadaconto quando fiz dez anos dei minha xoxotinha para o meu padrasto caralhusoconto meu cu não voltou normalContos de sexo en onibusConto erotico bigodeConto sogra magrelinha gosta de orgiaContos de leitores reais swingsogracarentepornoMeu+irmão+arrombou+meu+cu+a+força+conto+eroticoele implorou e eu engoli sua porracomendo a tia dormindo contos eroticoscontos eroticos zt i: blackmailConto comendo a cu dar empregada por chantage tomou viagra e meteu na esposachupando mamilos com sofreguidaotravesti Zinho que faz programa escondido da mãeconto gay primos no sitiocontos camioneiro pau muito grossocontos sex fui tratada como putacoroa se***** cagou no pau de Natáliacontos eroticos colegiocoroa da buceta griluda espirando poro logecontos eroticos comi minha prima no rodeiocontos comi a vendedora de da avonContos eroticos sequestradacontos eróticos comendo as Vizinhas ciarececontos eroticis meninas no colocontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu pauContos mãe irmã de shortinhoscontos esposa bi sexual marido sortudo