Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A ESTRATÉGIA QUE ARTUR FEZ PRA COMER MEU CU (FINAL

Click to this video!

A estratégia que Artur fez pra comer meu cu (final)



Artur me mostrou varias outras fotos que Joao tinha tirado quando eu estava de quatro, dando pra ele. Em algumas dava pra ver o pau dele entrando no meu cu, em outras dava pra ver o perfil do meu rosto, mas uma foto me surpreendeu, alem da primeira. Mostrava meu cu bem no detalhe, todo arregacado, completamente arrombado. Aquilo era um cu ou uma cacimba? Fiquei pensando na sacanagem sem nome que Joao e Artur haviam feito comigo, chegando ao ponto de Artur comprar uma calcinha pra Joao me presentear, sem contar a foto de rosto que ele tirara, e eu ja me lembrava quando: quando ele fingiu atender uma ligacao na hora em que eu o chupava. Artur me confirmou a historia. Disse que combinara com Joao aquela foto e ate emprestara o celular dele, que tem uma resolucao melhor, para o Joao fazer as fotos. Como as fotos em que eu aparecia de quatro poderiam deixar duvidas, Artur exigiu que ele tirasse uma quando eu estivesse chupando o cacetao dele. E ate dera a dica de como ele devia fazer.

E eu caira direitinho. Que raiva sentia de Joao, miseravel canalha. Mas agora era hora de me preocupar com Artur. E este disse que apos o trabalho falaria comigo.

Fiquei atonito com tudo. E eu acabara de dar o cu, estava doendo ainda, sera que conseguiria dar de novo? Passei o resto da tarde em transe, e na hora da largada, Artur me chamou pra uma carona. Por coincidencia, nao vi Joao o resto do dia. Parece que ele tirara folga. Devia adivinhar que eu estaria com muita raiva dele, e se o encontrasse nao iria ser bom pra ele.

Mas vamos ao Artur. Ele me levou ate sua casa, e disse que estaria sozinho ate umas dez horas da noite, quando a esposa chegaria do trabalho. Enquanto isso, eu faria as vezes da esposa dele. Eu nao havia dito uma palavra. Entrei, e assim que ele entrou, fechou a porta, e eu comecei a perceber que o estilo dele era bem diferente de Joao. Muito mais agressivo.

Artur me empurrou pra o sofa, e mandou-me tirar a roupa com voz autoritaria. Obedeci e tirei tudo, e ai ele mandou que tirasse a roupa dele. Despi-o com as maos tremendo, e quando tirei a calca, notei o volume durissimo embaixo da calca. Tirei a cueca e la estava seu pau, rigido, menor que o do Joao, mas com certeza mais grosso. Ele mandou-me ajoelhar pra chupa-lo. Me chamava de viado safado, e dizia muitas coisas obscenas, que ia me comer, me arrombar, que ia me dar tudo que eu estava precisando, que era muita rolada, coisas assim. Ajoelhei-me a sua frente, mas nao posso dizer que o chupei. Artur empurrava seu cacete na minha boca com muita forca, como se estivesse fudendo uma buceta, me deixava sem ar, e estocava com forca a minha garganta. De vez em quando ele tirava e eu procurava respirar um pouco, mas dois segundos depois ele estava de novo me arrombando com forca, e ainda agarrando minha cabeca com as duas maos e puxando com forca pra sua rola. Nunca Joao havia feito aquilo comigo. E me chamava a todo tempo de viado, fresco safado, toma putinha, mulherzinha safada, viado tem que estar na rola o tempo todo, receba essa rola, engula minha rola etc. etc. Ele nao ficava calado um segundo. Nesse ritmo frenetico, eu estava me engasgando com suas roladas e sofrendo muito, sem poder respirar e minha boca seca e doendo. Mas o infame so parou quando gozou, e isso bem no fundo da minha garganta, e dando tapas no meu rosto e repetindo suas obscenidades. Pelo menos pude molhar a boca com a sua porra. Mas logo ele me ordenava que ficasse de quatro pra arrombar meu cu, pra estourar esse resto de cu, sua bichinha safada, e dizia que eu ia me arrepender de nao ter dado o cabaco do meu cu pra ele e coisa e tal. Fiquei de quatro, ele mandou empinar bem a bunda e deu uma cusparada no meu cu, bem dentro. E imediatamente meteu a vara com forca sem do nem piedade, sem considerar nada, e ficou me bombando com todas as forcas que tinha. Suas bolas logo batiam na porta do meu cu, freneticamente. Nunca tinha visto um macho tao agressivo, tao debochado e com tanta potencia. Coitado do meu cu, sofria muito. Artur me chamava de viado safado o tempo todo. Depois de bombar uns dez minutos sem nenhuma compaixao, e as lagrimas desciam dos meus olhos sem que eu conseguisse sentir prazer como desejava, com suas investidas violentas, ele passou a tirar o pau todo de dentro de mim, depois socava de uma vez so com forca, dizendo coisas como: toma vara, toma, puta etc. Fez isso varias vezes e eu comecei a gostar. Mas ai ele voltou a bombar num ritmo frenetico, feito louco, dei gracas a Deus que ele nao tivesse um pau maior, pois ele estava disposto a nao deixar um milimetro fora do meu cu. Depois de muito tempo, ele anunciou que ia gozar, me melar todo, me esporrar, me encher de gala, lubrificar meu cu etc., e realmente gozou muito, me enchendo completamente, urrando em cima de mim feito um touro vadio e ainda bombando. Por fim seu pau amoleceu, e ele tirou, me deu varios tapas fortes na bunda e me mandou levantar, juntar os trapinhos e dar no pe, sua `bicha arrombada`. Levantei-me, com as pernas bambas, enquanto Artur continuava deitado e vesti-me e ia saindo, quando ele me chamou: Ei, onde pensa que vai? Estremeci! - Venha limpar sua vara de estimacao! Fiquei pensando na minha boca, toda arrombada, e tive medo, mas ele estava sem forcas, e assim chupei-o gostoso, deixando seu pau bem limpinho, sugando a cabeca com prazer, mas com cuidado pra que ele nao ficasse de pe novamente, pois ai eu me arrombaria de vez. Beijei seu pau, levantei-me e fui embora. Agora eu tinha 2 donos. Fui descansar o final de semana, e nem imaginava que nao ia ficar so nisso. Logo a rede se espalharia e eu teria novos caralhos pra me arrombar e teria que dar conta direitinho de todos. Meu e-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vernovinha de calcinha fudendo com velho contoscoroa coxuda gozando contosDei a bucha pro meu sobrinho virgemirmatezudacontos eróticos de irmã e irmão, irma com mega bundaoele.a.comeu.contosconto erotico vi a rolaConto incesto minha mae me ensinou a fudercontos porteiro me comeuContos eroticos casal certinho e travest roludooutro chupando os peitos da minha mulher. contosContos eroticos: Conversando com a maninha pelo msncontos eróticos meu marido foi para o estádio ver o jogoainda novinha chutavam meus peitinhosmeu amigo negao forçou e fudeu minha loira contosIncesto de contos eroticos sou agora mulher do meu ex primo viuvocontos eróticos traição o porteiro do prédio de HollywoodContos garotinho chorou na rola do pedreiroAguentei a rola enorme do papai contos eróticosconto erotico de menino com caralho jumentoduas mulher chupando a b***** no Jordão baixo fazendo sexocontos eroticos minha sogra franciscacontos eroticos um negro me arrombandopunhetabdo no hospitalMinha mae e minha irma se chuparam contosmarido chupando a x*** delacu da irma madura contos fotos ilustraçoesconto cu ensopado de porra gayconto herotico engravidem uma branquinhacontos porno velhoconto piao gostoso. no cavalocontos eroticos com escravas sendo humilhadacontos espiando a irmã no banhocontos eroticos com cachorosContoerotico comendo um cu no metropprn contos eroticos casada se prostintuindopia se acha ser pausudocontos eroticos como meu irmao me comeu o meu cugozadas na boca do menino contosminha esposa nega mas eu sei que sou cornoapalpadinha na bunda.contoconto erotico homens velhosos nomes dos geladinho do ice lokocontos negao limpando quintal da casadaaudios da minha safada gozandoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas novinhas lindas provocandocontos eroticos. traicontos eróticos estrupada pelo professor de judoconto trai meu marido com meu filhosContos eroticos mae inociando filho novinho conto realconto erotico o viadinho de calcinha no asilocontos eroticos vizinha cachorrocontos de coroa com novinho    etorando a comadrecontos eróticos realizando a fantasia da minha mulher no nosso aniversário de casamentocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoo preto fodeu-me contomulher dando pra piazada contos erpticodfui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticocontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecercontos eroticos nane descomunalpapai comeo meu cusinho virginboys novinhos transam lanchamulher. safada. botado o leite do peito para foracontos fazendo vovô gozardesejos de machos que adora safadeza com outros macho experiências vividascontos bebi com meu tio e acabei transando com elemenina na punheta contosgozadas na boca do menino contosela pediu pra parar mas continuei fudendocontos de maes flagando fihos punheteirosconto lesbica desde novinhano trem uma coroa ficou acareciando meu pau verídicochantagem contos eroticoshomens velho gay contoscontos eroticos fortao trepado menininhaconto de casada fodendo com desconhecido da net xcontos eroticos.com casada gostosona deficientezoofilia bruda com mininasenchi o cuzinho da travesti contos contos eroticos de sao joaomeu genro comedor de cucontos de coroa com novinhover contos excitantes com fotos,na praia,no onibus e no mato.conto erótico sobre 69 entre primos gays com fotoscontos eroticos menina tomando.leite na colhercontos esposa no baralhocontos inocentes tapasjaponesas babys fazendo zoofilavizinha abrindo a cortina contosconto erotico gay foi obrigado a usar calcinhatempo minha filha gostosa e g************* do c* dela contos eróticoscontos gozando pelo cuxoxotao capusaovarios contos eroticos juntos para ler de cunhadas novinhas na orgia